segunda-feira, dezembro 11, 2006

Sobre mesas e camas.


Virou pra amiga e disse, com um sorriso etílico nos lábios:

-Querida, homens são exatamente como bebidas alcoólicas.

A outra, que sóbria não era de grande perspicácia, comprimiu os olhos num gesto de quem não compreendia, e retrucou.

-Amiga, você ta bêbada.

Seguiu um acesso de risos.

-Bêbada eu to, mas vê só: você vicia em cerveja, quer largar a cerveja e se vicia em vodka, troca a vodka pelo whisky, o whisky pelo martini, que é substituído pela pinga e assim...vai indo indo.

-Tá, mas aonde é que o homem entra agora?

Risadas maliciosas fizeram valer o teor do comentário.

-Entra que com eles é exatamente assim. Eu me apaixono pelo A, e o esqueço com o B, troco-o pelo C, que me faz sofrer, mas que é curado pelo D, e quando a gente vê o alfabeto terminou e você já ta até repetindo as letras. Um vício cura o outro, mas no fundo, é tudo a mesma coisa. Homem, ou, no caso CH3CH2OH. O que muda, mesmo, é o cheiro e o acompanhamento, a essência e a ressaca são sempre as mesmas.

-Amiga você é um gênio.

-Não, querida, eu sou é mulher.

5 comentários:

Thiago Berzoini disse...

Bom o texto! Esse olhar "feminino cruel" sobre relacionamentos (ou sobre o lado masculino da coisa) é sempre de grande utilidade para atentar a nós, homens, de sua perspicácia e genialidade.
Mas vou advertir: mulheres também tem seu lado vodka, pinga, whisky...hueuhehue!

Aliás, com que bela dor de cabeça estou! Ressaca!

beijos!

* (on the rocks) disse...

...

jolis disse...

minina
to com saudade, nunca mais te vi
ameeeeeeeeeeeei o post, muito engraçado =) muito boa
amo vc ta?
uma bitoca do tamanho das suas ancas "postiças"

Anônimo disse...

negando seu post,
"Um dia descobrimos que beijar uma pessoa para esquecer outra é bobagem...
Você não só não esquece a outra pessoa como ainda pensa muito mais nela...
Um dia descobrimos que se apaixonar é inevitável..." (M. Quintana)
quem estaria certo?

Marcella. disse...

anônimo:
se é pra escrever algo, seja inteligente e pesquise bem pois esse texto, já saiu no jornal, não é do mário quintana.
não confie tanto assim na internet. =)