segunda-feira, dezembro 22, 2008

Eu sei teu nome, tenho teu telefone e tanta vontade de te ligar. Você não lembra mais meu nome, nunca me ligou, mas sabe de truques bem feitos pra me conquistar. Eu aprendi tua língua, aprendi a ordem do que você vai dizer, eu decorei a sua rotina. Você não pergunta o que eu ando fazendo mas descobriu mil maneiras de me prender a você; eu ando teu passo, teu caminho precede o meu.
Teu rosto vai apagar do meu espelho e eu não quero. Eu não quero esquecer o teu jeito mal educado de dar bom dia. Você não decorou onde fica cada tatuagem minha, e eu sei o número exato de pintas que você tem ao longo das costas. Eu respiro de novo, parece que não tem mais o teu perfume onde eu passo. Que pena, amor. Eu quase consegui sonhar contigo ontem, só faltou pegar no sono.

2 comentários:

Carolina disse...

gostei do ritmo desse. =)

Isa* disse...

eu adoro quando ela fala de amor...